Ryanair Congratula-Se Da Decisão Do Supremo Tribunal De Londres Contra As Empresas De “Caça De Compensações”

21 Mar 2018

Ryanair, a companhia aérea nº1 da Europa, recebeu hoje com agrado a decisão do Supremo Tribunal de Londres em manter a política da Ryanair de comunicar e pagar a compensação EU261 directamente aos seus passageiros. Deste modo, recusa-se a solicitação apresentada pela empresa de “caça de compensações”, Bott & Co Solicitors Ltd., de indemnização pelas taxas que não puderam recuperar por parte de clientes que receberam a sua compensação directamente pela Ryanair.

O Juiz Edward Murray, que presidia ao caso, comentou que a “Ryanair estabeleceu um processo claro e simples de utilizar para que os seus passageiros possam efectuar os seus pedidos de compensação, quer online ou por correspondencia, sem que seja necessária a assistência por terceiros”.

A Ryanair apela aos seus passageiros com pedidos de compensação EU261 válidos que os submitam directamente à Ryanair, evitando que empresas “caça compensações” como a Bott & co, Fairplane, Hayward Baker, Sky Legal, Flightright ou Flight Heroes, que podem deduzir mais de 40% de uma compensação de €250 em taxas de serviço. Clientes com pedidos válidos que sejam submetidos directamente à Ryanair receberão 100% da sua compensação EU261 sem dedução destas taxas excessivas por parte dos “caça compensações”.

Como parte do seu plano “Always Getting Better” 2018, a Ryanair estabeleceu uma equipa dedicada a processar e validar todos os pedidos de compensação num prazo máximo líder de indústria de 10 dias úteis.

Kenny Jacobs, da Ryanair, declara:

“Congratulamo-nos com esta decisão do Supremo Tribunal de Londres em manter a política da Ryanair de comunicar e pagar as compensações EU261 directamente aos seus clientes. Esta decisão ajudará a prevenir que mais empresas “caça compensações” como a Bott & Co, Fairplane, Hayward Baker, Sky Legal, Flightright ou Flight Heroes arrastem os passageiros deliberada e desnecessariamente para os tribunais para que possam aproveitar-se de mais de 40% do valor da compensação dos clientes em troca de um serviço sem qualquer utilidade.

Sempre que um cliente tenha um pedido de compensação válido, podem submete-lo directamente no website Ryanair.com e evitar as excessivas deduções por parte destes “caça compensações”. Como parte do nosso programa “Always Getting Better” 2018, a Ryanair criou uma equipa dedicada exclusivamente a processar estes pedidos válidos de compensação num prazo máximo de 10 dias úteis, tornando o processo o mais simples e claro possível para os nossos clientes.”